quarta-feira, 20 de abril de 2011

Cilada - Harlan Coben

Editora: Sextante
Páginas: 271

Publicação: 2010



Haley McWaid tem 17 anos. É aluna exemplar, disciplinada, ama esportes e sonha entrar para uma boa faculdade. Por isso, quando certa noite ela não volta para casa e três meses transcorrem sem que se tenha nenhuma notícia dela, todos na cidade começam a imaginar o pior. O assistente social Dan Mercer recebe um estranho telefonema de uma adolescente e vai a seu encontro. Ao chegar ao local, ele é surpreendido pela equipe de um programa de televisão, que o exibe em rede nacional como pedófilo. Inocentado por falta de provas, Dan é morto logo em seguida. Na junção dessas duas histórias está Wendy Tynes, a repórter que armou a cilada para Dan e que se torna a única testemunha de seu assassinato. Wendy sempre confiou apenas nos fatos, mas seu instinto lhe diz que Mercer talvez não fosse culpado. Agora ela precisa descobrir se desmascarou um criminoso ou causou a morte de um inocente. Nas investigações da morte de Dan e do desaparecimento de Haley, verdades inimagináveis são reveladas e a fragilidade de vidas aparentemente normais é posta à prova. Todos têm algo a esconder e os segredos se interligam e se completam em um elaborado mosaico de mistérios. Harlan Coben mais uma vez deixa o leitor sem ar. Cilada fala de culpa, luto e perdão em uma trama repleta de reviravoltas surpreendentes. Nada é o que parece e tudo pode ser desfeito até a última página. 


 Ninguém consegue escapar das próprias mentiras.
Dan Mercer, um assistente social, recebe uma ligação de uma adolescente que lhe pede ajuda. Ele estranha a situação, mas seu lado profissional fala mais alto e, ele acaba sendo vitima de uma cilada que acabou arruinando toda sua vida.

Quando enfim me dei conta do que realmente estava acontecendo, senti os ossos congelarem. Mais pessoas irromperam na sala. Produtores, na certa. Um segundo cameraman. Dois policiais. A lentes chegaram mais perto. As luzes se intensificaram. Gotículas de suor brotavam em minha testa. Comecei a tremer, a negar..
Tarde demais.
Dois dias depois, o programa estava no ar. O mundo inteiro viu.
E a vida de Dan mercer, exatamente como eu havia pressentido diante daquela porta vermelha, foi destruída.
 Pág. 11

 Na história também conhecemos Haley. Uma típica garota americana: boa filha, boa aluna que sempre sorria e aparentemente não tinha motivos algum para fugir de casa, mas isso acontece. O que levou Haley a fazer isso? Quem toma posse do caso é um inspetor que está prestes a se aposentar e não se conforme com um fato ocorrido em sua vida.
O que realmente aconteceu com Haley?

Wendy é uma tradicional cidadã americana, jornalista e a responsável pela armadilha de Dan. No decorrer do livro, Wendy vai se questionando se ela realmente entregou o homem certo, e quais são as provas de que isso realmente é verdade?
Tentando juntar um caso ao outro, Wendy percebe que nem tudo é como realmente aparenta ser.


Surge diversos outros personagens e cada um tem um pequeno envolvimento nos dois casos e também guardam alguma mágoa passada.
O perdão é um tema muito abordado, e mostrado de uma forma com que nos vemos tão encuralados que somos obrigados a a colocar-se no lugar do personagem e e refletir  se se perdoaráimos ou não e porquê.


- A gente vem ao mundo e sai por ai, colidindo com os outros. E, nessas colisões, ás vezes alguém se machuca. É assim que as cosias funcionam. Aqueles rapazes só queriam roubar uma cueca, mas aconteceu o que aconteceu. Tive ódio deles por um tempo, mas não durou muito. Pensei: para quê? Ficar alimentando o ódio tem seu preço,sabe? A gente perde a noção daquilo que realmente importa.
Pág 228

O livro é muito bom! Nunca tinha lido nada do Harlan, e tava morrendo de vontade de ler, pois sempre ouviu comentários positivos sobre os livros dele. E confesso que os comentários são merecidos. Harlan escreve de uma maneira simples que faz a história fluir e quando percebemos, já estamos nas últimas painas mas vemos que ainda tem MUITA coisa para ser descoberta e é assim até a última página. Incrível!
Super recomendo!

6 comentários:

Caçadora de Livros disse...

=D
Já havia lido outra resenha Flor!
E a sua tbm foi ótima XD
Super louca pra ler esse livro XD
bjs

Jéssica Polato disse...

Oi anjo,
Adorei a resenha. Fiquei presa nela do começo ao fim. O livro,realmente, me parece ser muito bom.
Não tinha lido nada desse livro antes..Gostei muito.
Parabéns e ótima dica para o feriadão =)


bjinhuxxx
Eu li e divulgo - http://euliedivulgo.blogspot.com/

Novo Post: Resenha de Beijada por Um anjo #1

Pri Beletato disse...

Eu estou doida pra ler esse livro, parece ser muito legal, todo mundo falando bem.

Beijão Thata!!!
www.viajenaleitura.com.br

Nathália Risso disse...

Oi Thata! Amei sua resenha! Eu tenho esse livro, e sei que agora preciso lê-lo o mais rápido possível! Eu amo o Harlan, os outros livros dele são excelentes tbm! Vale muito a pena!
Obrigada pela visita e pelo comentário!
Tem post novo no blog, dá uma passada lá!
Beijos, Nath
@brgnat
Books In Wonderland - http://booksinwonderland.blogspot.com

Joe Silva disse...

Nunca li Harlan Coben, já vi tantas pessoas falando bem dele e de seus livros, mas nunk me chamou atenção... porém gostei de sua resenha... vouv er se consigo o livro dele por aí pra conferir...

HUGS =D!!!
#BlogEP

Thais Priscilla disse...

A capa é super linda. Achei o livro interessante, espero poder ler algum dia.

Postar um comentário

Muito obrigada pela visita!
Seu comentário é muito importante para mim e para o Blog!
Responderei assim que possível!

Obrigada!

 
Layout de Giovana Joris