sexta-feira, 5 de agosto de 2011

Identidade Roubada - Chevy Stevens



Identidade Roubada
Editora: Arqueiro
Páginas: 256
Ano de Lançamento: 2011
Compre: Saraiva|Submarino


Era para ser um dia como outro qualquer na vida de Annie O’Sullivan. A corretora de imóveis levanta da cama com três objetivos: vender uma casa, fazer as pazes com a mãe e não se atrasar para o jantar com o namorado. Naquele domingo, aparecem poucas pessoas interessadas em visitar o imóvel. Quando Annie está prestes a ir embora, uma van estaciona diante da casa e um homem sorridente vem em sua direção. A corretora tem certeza de que será seu dia de sorte. Mas o inferno está apenas começando. Sequestrada por um psicopata, Annie fica presa durante um ano inteiro em um chalé nas montanhas, onde vive um pesadelo que deixará marcas profundas. 


Annie O'Sullivan é uma bem sucedida corretora de imovéis que, tinha tudo para ter uma vida invejável: Namorada um rapaz atensioso que era dono de um restaurante, e sua melhor amiga trabalhava no mesmo ramo que ela.
Em um dia comum de trabalho, final de expediente ao estar arrumando suas coisas para ir para casa, Annie é surpreendida por um homem que lhe disse que estava interessante na casa. Como o dia de trabalho não havia lhe rendido tanto assim e Annie estava prestes a ganhar uma grande promoção caso conseguisse vender o tal imóvel, ela decidiu aguentar mais alguns minutos e atende ao cliente.
Mas nem tudo é como imaginamos, certo? Ao virar de costas para mostrar a varanda ao "cliente", Annie é surprendida quando este lhe informa que está sendo sequestrada. E é ai que o pesadelo começa, e dura exatos doze meses.
Annie é levada a um chalé desconhecido, no alto de uma montanha e distante de qualquer tipo de civilização. No começo, ela chegou a contar os dias que passava presa ali, mas depois acabou perdendo a vontade e esperança de ser encontrada. Ela vivia se fazendo aquela pergunta: Por quê, Porque Comigo?
O maníaco ( era assim que ela o chamava) tinha uma rotina e obrigava Annie a segui-la. Todos os dias ele a banhava, depilava seu corpo, arrumava-a e hidratava seu corpo e depois a estrupava. Um verdadeiro pesadelo real.


A trama é narrada pela própria Annie para sua terapeuta com flashes do que ela passou no chalé e nas mãos do maníaco que, apesar da frieza e distpurbio, era super perfeccionalista e pontual. Essas eram as duas coisas que ele mais seguiam e , abominava a sociedade e segundo ele prórpio disse, foi um dos motivos da qual ele escolheu Annie. E isso era um dos motivos que Annie vivia se perguntando: Por que eu?
Em certos momentos eu parava a leitura e refletia sobre isso. Nós nunca pensamos no que faríamos e como reagirimos se caso isso acontecesse conosco. Claro, isso não é uma coisa que se deva imaginar (rs) mas, aquele tipo de coisa que não é real para nós, tipo... só acontece com os outros, conosco é impossível de acontecer. Mas com a leitura, eu pensei nisso. Como eu reagiria com tudo isso? Será que eu suportaria este tempo todo, seria tão corajosa, valente como Annie? Não sei. 


O livro é maravilhoso e se tornou um dos meus favoritos do ano. É uma leitura diferente e até mesmo prazeirosa  apesar do tema pesado, mas realmente nos encanta até a última página. É uma história chocante de ódio, amor, angústia, dor e superação. E o mais chocante de tudo isso é, com o passar das sessões e lampejos de Annie, eu leitora, senti sua angústia , seu desespero e dor . Quantas Annie's existe no mundo? Quantas mulheres não já passaram por isso? E quntas conseguirem unir os pedaços que restaram?
Não sei, não consigo descrever tudo o que senti ao ler o livro, só posso dizer que é um leitura que recomendo á todos.


Este livro é uma cortesia da Editora Arqueiro!


10 comentários:

Mireliinha disse...

Vou te falar, Divinha... Li diversas resenhas desse livro já e não queria ler esse livro MESMO, mas depois da sua resenha começei a pensar de forma diferente...
Agora quero ler!

:*
Mi
Inteiramente Diva

Ana Ferreira disse...

Olá, Thata!
Fico particularmente interessada nesse livro pela forma que, pude notar, ele parece tratar uma questão tão polêmica e dolorosa na vida de um ser humano, uma mulher, nesse caso. Que também era estuprada, a propósito, não?
Melancólico, pesado, dramático... Daquele tipo de livro que nos causa emoções verdadeiras, que nos faz sofrer todas as dores das personagens... Gosto desses, especialmente falando.

Beijinhos,
Ana - Na Parede do Quarto

Thais Tumelero disse...

Adorei a sua resenha, principalmente quando você coloca sobre quantas Annies estão por aí. Isso realmente nos faz parar pra pensar.
Com certeza colocarei esse livro na minha lista. Não se encontram mais tantos livros que te façam refletir.
Além de que pra mim, como assistente social, certamente virá a calhar.

Beijos

Thaís Varine disse...

Thata linda saudades! *-*

Ai deve ser uma leitura um pouco pesada. Teve uma blogueira que disse que depois que terminou de ler precisava de um tempo antes de começar outro livro. Acho que Identidade roubada é para reflexão e deixar esse sentimento de que se fosse comigo?
Não sei se falei bobagem porque ainda não li, mas o que me passou foi isso.

Beijos

Sthaelle disse...

Oi meninas, obrigada pelos comentários!
Foi dificil fazer a resenha mesmo, eu não sabia oq escrever, pois fiquei chocada. A leitura é chocante demais! Há tempos não lia livros assim. E adorei esse!

Miriam - Livros, Bobagens e Guloseimas! disse...

Essa é sem dúvida um livro que deve 'doer' ao ler. Deve ser triste e visceral, mas tenho muita vontade de conhecer essa história...

Nathália Risso disse...

Oi xuxu :)
Estou super curiosa para ler esse livro! Claro que a abordagem dele é pesada, mas deve ser uma leitura muito bacana!
Pretendo ler em breve!
Obrigada pela visita e pelo comentário!
Tem post novo no blog: Filmes e séries #2 – Drop Dead Diva
Participe das promoções do blog -> http://migre.me/5e4eo
Passa lá :)
Beijos, Nath
@brgnat
Books in Wonderland - http://www.booksinwonderland.com

Vanessa disse...

To muito curiosa pra ler esse livro, mas a Arqueiro ta difícil de me responder quando eu falo pra eles me enviarem esse UAHSUHAUSAS Mas enfim, tudo bem Q adorei sua resenha, ficou linda <3

Beijos, Vanessa.
This Adorable Thing

Anônimo disse...

O tema e pesado mas eu quero muito lê este livro ele me chamou muita atenção,já vir varias resenhas falando que ele e otímo.


Jayane.

Kamila Raupp disse...

Oi Thata!
A capa e a sinopse desse livro me chama muito atenção, depois de ler sua resenha fiquei morrendo de vontade de lê-lo!

Beijos, Kamila

http://vicio-de-leitura.blogspot.com/

Postar um comentário

Muito obrigada pela visita!
Seu comentário é muito importante para mim e para o Blog!
Responderei assim que possível!

Obrigada!

 
Layout de Giovana Joris