sábado, 15 de outubro de 2011

4 de Julho , por James Patterson

4 de Julho - James Patterson 
Editora Arqueiro 
Número de Páginas: 224
Classificação:
Compre: Saraiva | Submarino

Lindsay Boxer é uma policial exemplar. Chefe do Departamento de Homicídios da Polícia de São Francisco, a tenente recebeu várias medalhas e menções honrosas durante seus 10 anos de serviço. Ao fim de um cansativo dia de trabalho, Lindsay se encontra com Claire Washburn e Cindy Thomas num bar. As três amigas compõem o Clube das Mulheres contra o Crime, grupo que tenta solucionar os casos ocorridos na cidade. Após alguns drinques, a tenente recebe uma ligação do inspetor Warren Jacobi. Ele acaba de localizar um veículo suspeito, visto na cena de um crime. Em poucos minutos Lindsay está no carro de Jacobi, cruzando a cidade na cola de um Mercedes preto. Depois de uma longa perseguição, a abordagem policial acaba fugindo do controle. Os dois adolescentes que estavam no carro reagem, descarregando suas armas contra a dupla de policiais. A tenente atira em legítima defesa, mas o resultado é uma menina morta e um garoto tetraplégico.
  
Fazer resenha de romances policiais é um tanto quanto complicado para mim, mesmo sendo um dos generos que mais gosto. Talvez por serem cheios de detalhes, e dependendo do que se escreve, pode acabar soltando algum spoiler.
Lindsay Boxer é uma renomada tenente de São Francisco, até que em uma noite de sexta, seu parceiro Jacobi lhe informe sobre uma operação policial e, apesar de ser sua noite de folga, Lindsay decide acompanhar seu parceiro. O alvo desta vez, são dois adolescentes que reagem á polícia e estão armados. Não vendo outra saída e após ter sido baleada duas vezes e com o parceiro inconciente, Lindsay atira nos dois adolescentes, no que resulta em uma garota morta e um garoto de 12 anos tetraplégico.
Isso tudo levou ao afastamento da tenente de seu cargo e, como resultado também ela está sendo processada pela família dos dois adolescentes com uma multa de 50 milhões de dólares por danos morais. 
Com tudo isso acontecendo, Lindsay decide passar alguns dias na casa da sua irmã em Half Moon Bay, mas isso está longe de acontecer. Assim que ela chega á cidade, uma série de assassinatos desencadeou e como se não bastasse, as vitímas são todas mortas da mesma forma: degoladas e com marcas nas nádegas. Um fato que intriga bastante também, é que há cerca de dez anos, Lindsay teve um assassinato desta mesma forma, que até então nunca fora solucionado e que, ela havia nomeado como "Anônimo 24".
E com a ajuda de suas amigas, Lindsay esquece que está sendo julgada e se deixa levar pelo espírito de policial, e decide solucionar estes casos.

Devo dizer que o ínicio foi um pouquinho cansativo, mas como está escrito na contra capa do livros, as páginas viram sozinhas. Da página 80 em diante, a estória fica muito boa e é difícil parar. Me decepcionei um pouco com o desfecho, achei um pouco fraco e simples depois de toda a trama armada. Acho que poderia ter sido uma coisa mais, complexa.
Este livro faz parte de uma série, O Clube das Mulhres contra o Crime, e se não me engano é o 4° volume. mas não há necessidade de serem lidos em ordem, isso não interfere em nada.
Apesar do desfecho nem tão empolgante assim para mim, este é um livro que compensa muito ser lido. Quem não curte muito o genero de romance policial talvez não curta muito, mas este livro é uma pedida para ler em um final de semana. 
Recomendo!





6 comentários:

Sofia disse...

Oi!! Já havia lido sobre o livro, mas não me interessei muito; agora, depois de sua resenha fiquei muito empolgada! Não leio muito romance policial mas acho muito legal... É um assunto maravilhoso e que comecei a me interessar.

Sua resenha está fantástica, parabéns, certo?

Um beijo

http://so-soline.blogspot.com

Lipe Ralf disse...

Thata, como eu queria ter recebido esse livro para resenhar, enfim...
O livro parece legal, gosto muito de romances policiais, e concordo que é difícil de resenahr por causa dos vários detalhes.
E os começos as vezes são sempre chatos, mas depois melhora.
Achei tenso é que as vítimas são degoladas e tem marcas nas nádegas.
Espero ler esse livro em breve, pois sua resenha me fez interessar.
E sempre espero desfechos não tão bons nesse gênero literário.

Lipe Ralf
http://meus-erros.blogspot.com/
http://desabafos-literarios.blogspot.com/

jayane disse...

Adoro um suspense policial,o mais legal e que são as mulheres as protagonistas da história.

Thaís Varine disse...

De certa maneira fiquei muito interessada no livro. Não como eu ficaria com um do Harlan, mas esse tipo de leitura é sempre bem vindo porque é simplesmente um dos melhores! *-*

Beijos

Nathália Risso disse...

Oi xuxu :)
Gostaria muito de ter recebido esse livro para resenha hehehe, também adoro livros do gênero policial, e todos falam muito bem do James Patterson!
A história parece ser bem intrigante, mas uma pena que o final seja fraco né?
Mas ainda quero ler hehehehe
Parabéns pela resenha!
Obrigada pela visita e pelo comentário!
Tem post novo no blog: Indicação de série: Awkward.
Passa lá :)
Participe também das promoções do blog!
Beijos, Nath
@brgnat
Books In Wonderland - http://www.booksinwonderland.com

Fábrica dos Convites disse...

Li o primeiro volume desta série e adorei, bem envolvente e eletrizante. pena que não li o restante da série. Bjs, Rose.

Postar um comentário

Muito obrigada pela visita!
Seu comentário é muito importante para mim e para o Blog!
Responderei assim que possível!

Obrigada!

 
Layout de Giovana Joris