sábado, 22 de outubro de 2011

Teia Virtual, por Eduardo Bonito

Teia Virtual
Editora Literata 
Número de Páginas:260
Classificação: 




A internet é realmente um dos maiores veículos de comunicação da atualidade. Nela podemos ser o que queremos, fungindo assim do mundo real, criando um mundo paralelo, onde figuramos de anjos a demônios, podenso até alimentar o ódio de não ser aceito pela sociedade no mundo real. Assim começa a elaboração de uma teia nociva, permissiva e a falsa impressão de se conseguir tudo o que quer, pela lei do menor esforço. Pessoas emocionalmente vulneráveis, de alma fraca, que transitam do mundo real ao virtual, na busca das soluções necessárias. Demos ou não libertar os nossos demônios?Tudo é possível, quando se deixa cair e se prender a uma TEIA VIRTUAl doentia, criada por um ser humano com uma inteligência fora do comum, mas renegado pela sociedade.

Em Teia Virtual, conhecemos Alexandre, um bem sucedido promotor da justiça. Apesar de ser um bom homem e trabalhador, Alexandre enfrenta um drama: não se dá bem com o irmão caçula. Desde que seu pai faleceu, ele se intitulou para cuidar do menino, mas os dois não compartilham de um bom relacionamento. 
Também namorou Helena, uma jornalista que não tem papa nas línguas. e que é amiga de Beth , que também é amiga de Alexandre.
O desenrolar da história se dá quando uma série de assassinatos acontecem e os acusados sempre afirmar terem sido guiados a cometer o assassinato graças á ajuda de um "amigo" que conheceu na internet. Alexandre, não se deixa levar por esse papo de pessoa desesperada e, condena á todos os acusados. Ele pensa de um jeito diferente de suas amigas Helena e Beth que resolvem investigar sobre esse tal "amigo" virtual. 
Mas, seu ponto de vista muda, quando o Anjo da Morte, que é o tal "amigo" começa a se comunicar com Alexandre, e mostra saber muito mais coisas da vida de Alexandre. 


Eu gostei da mensagem que o autor tenta nos passar. A interner é realmente um bom meio de comunicação, mas como qualquer outra coisa é necessário saber usar e tudo que é demais sempre estraga. Mas achei a história em si, um tanto fraca. Acho que se o autor tivesse desenvolvido um pouco mais os personagens e enriquecido o voculário, a história teria tudo para ficar ótima. Não, o livro não é ruim, estou apenas dando a minha opinião. O Eduardo trouxe á tona um tema que sempre está em alta na mídia, mas que pouca gente realmente leva a sério. Também não gostei muito da capa, não achei que houve muita relação com a história. 
Apesar dos pontos negativos, o livro é bom. Pra quem curte um suspense, vale  a pena dar uma conferida ;)









4 comentários:

Lipe Ralf disse...

A capa me assusta, pois ficou super estranha Thata.
O tema é bom para um livro, mas tem que ter conteúdo.
Gostei da resenha, mas não me interesso em ler.

Lipe Ralf
http://meus-erros.blogspot.com/

Gabriela Wegner disse...

Também não gostei muito da capa não.
Gostei da resenha, acho que gostaria de ler!
A internet pode ser usada a nosso favor, ou não.
O livro trata de um tema bem importante!
Um beijo

Thaís Varine disse...

Eu assim como você não gostei da capa. Já vi muitas resenhas dizendo que o livro era fraco em comparação ao que esperavam. Eu não tenho vontade de ler =/

Mireliinha disse...

Não gostei dessa capa não :(
E não sei se leria o livro...
Mas o tema é interessante né?!

:*
Mi
Inteiramente Diva

Postar um comentário

Muito obrigada pela visita!
Seu comentário é muito importante para mim e para o Blog!
Responderei assim que possível!

Obrigada!

 
Layout de Giovana Joris