quinta-feira, 15 de setembro de 2011

De olho na telinha com o Júlio #9 - Resenha: Onde vivem os monstros

Oi pessoal!
Normalmente eu iria estar falando de um filme que está nos cinemas, mas por forças maiores eu trouxe pra vocês um filme que já está disponível em dvd e que vale muito a pena de se conferir!
Vamos falar do bizarramente fofo "Onde vivem os monstros".




Título original: Where the wild things are
Gênero: Aventura, Drama, Fantasia
Direção: Spike Jonze


Onde vivem os monstros conta a história de Max, um garoto com uma imaginação muito fértil que vive com a mãe e a irmã mais velha. A mãe está sempre ocupada com o seu trabalho, mas assim que tem um tempo livre se dedica aos filhos. E a irmã de Max prefere ficar com seus amigos a família. O garoto acaba ficando muito sozinho e se vira da forma que pode para brincar, seja construindo iglus na neve ou cabanas no seu quarto.


"O sol não vai estar sempre aqui para nos manter aquecidos, ele, como todas as coisas, vai morrer..."
Certa noite ao brigar com a sua mãe Max foge de casa e sem saber como vai parar em um lugar habitado por estranhas criaturas. Com medo de ser morto por esses "monstros" ele finge ser poderoso, conta façanhas realizadas em outras terras e de como as pessoas tem medo dele. Os monstros então ao invés de matá-lo decidem poupá-lo e o transformam em rei.




A fotografia do filme é muito bonita e envolvente. A trilha sonora com músicas indie/folk são enérgicas e se encaixam perfeitamente com a história. Logo no começo eu havia chamado o filme de "bizarro" pois a sua história é tão incomum que nunca havia visto algo parecido antes. Mas o fato de ser bizarra não tira a moral que o filme quer passar, tantas lições escondidas em metáforas e falas que passam despercebidas.


"Tem um dentro de todos nós."
A amizade que acontece entre Max e os monstros, ocorre naturalmente cada um a sua maneira. Alguns mais agressivos, outros ingênuos, independentes, ou até mesmo aquele que tem medo da mudança. O filme não é apenas a história de um menino revoltado e sozinho mas sim a história de uma pessoa como a todos nós que  tem um "monstro" dentro de si.


"Vou te 'morder', eu te amo tanto."



Bom, é isso por hora. Eu realmente amo esse filme e queria saber a opinião de vocês! Não deixe de se expressar nos comentários. Até semana que vem!





 Quem é Júlio? 


Meu nome é Júlio César Cristaule de Jesus, mas pode me chamar de JC ou César ou Júlio ou tanto faz. rs Tenho tantos apelidos que a forma como sou chamado não me incomoda! ^^
Tenho 17 anos e estou me preparando para fazer o vestibular. Pretendo cursar Psicologia e futuramente Jornalismo. Amo meus amigos, eles são parte de quem eu sou hoje.  Amo ler, sempre carrego um livro comigo em minha bolsa. Música é fundamental para mim! Transforma meus pensamentos em melodia e torna tudo mais claro e fácil. Séries e filmes são outros vícios! Amo entrar em uma sala de cinema e me perder da minha vida nem que sejam por algumas horas. Acompanhar histórias na qual me identifico e me vejo é muito bom!
Sou estranho eu confesso, mas sou amigo! Amo inglês e inexplicavelmente não me dou bem com o espanhol. Toco piano/teclado mas não tão bem quanto eu gostaria (aprendendo ainda). Amo clássicos, cultura “Cult” e musicais! Minhas demonstrações de afeto não são como as de hoje em dia! Pensando melhor em mim, acho que nasci na época errada! Só não reclamo pois eu amo a tecnologia. Viciado em redes sociais, você pode sempre me encontrar online por aí!
E só pra não deixar de fora: Amo xadrez e All Star. Se me ver por aí pode ter certeza de que sempre vou estar usando um! xD
JC

8 comentários:

Gabriel M. Souza disse...

nossa, eu gosto tanto desse filme *-*
e concordo com você, é um pouquinho bizarro sim, mas ainda sim um ótimo filme! \o\
abraços.

Carol Alves disse...

Ooooownt *--* Eu tenho muita vontade de ver esse filme! Só vi algumas partes.. ): Eu quero o livro, que é ilustrado (:
Beijos

Anônimo disse...

Parece ser bem fofo,ainda não vir mas não me falta vontade.


Jayane

Jéssica Polato disse...

Eu já conhecia, mas nunca tinha parado para prestar atenção nele. E estou me arrependendo, porque parece incrivel.
É um filme que, mesmo sendo bizarro, é fofo. Uma combinação que parece funcionar muito bem.
Adorei a dica.

bjinhuxxx
Eu li e Divulgo

Sthaelle disse...

Oi Jú!

Adorei a indicação de hoje, pois não conhecia este filme.
Vou procurar e assistir!


Beijos
Sthaelle

Thaís Varine disse...

Eu tive vontade de assistir uma vez, mas depois acabei desistindo. Quem sabe - se eu me lembrar de augar ou baixar - eu não assista antes das minhas provas começarem.

Beijos

Mireliinha disse...

Own! Acredita que nunca assisti?!
Adorei sua resenha e indicação!

:*
Mi
Inteiramente Diva

Miriam, Booker Queen! disse...

Eu comecei a vê-lo mas não terminei. Achei a fotografia linda! Agora me lembrei de que tenho que terminá-lo, valeu! xD

Beijos,
Miriam.
bookerqueen.blogspot.com

Postar um comentário

Muito obrigada pela visita!
Seu comentário é muito importante para mim e para o Blog!
Responderei assim que possível!

Obrigada!

 
Layout de Giovana Joris